Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Bem-vindo à GS1 Brasil A Linguagem Global dos Negócios
Navegar para Cima

EPC/RFID

Compartilhe:

EPC/RFID

Com o RFID você identifica cada um dos seus produtos através do GTIN do produto mais um número serial. Isso permite levar o gerenciamento de inventário a um nível mais avançado. 

Identificação ao nível de item permite que você localize cada produto, individualmente, em qualquer lugar da cadeia, dando maior visibilidade do seu estoque e processos operacionais. 

Com uma informação precisa, você tem flexibilidade para atuar em tempo real – o que é vital para prover um serviço que os seus clientes omnichannel esperam.


 O que é RFID?

RFID se refere a Radio Frequency Identification, ou Identificação por radiofrequência, uma técnica onde ondas de rádio emitidas pelos leitores RFID, através de antenas, atingem etiquetas inteligentes, as TAGs, que por sua vez respondem informado um número único. Este número é demoninado EPC – Electornic Product Code, ou Código Eletrônico do Produto.

Algo similar a leitura de um código de barras, mas sem a necessidade de um campo visual direto com o produto. Muito mais rápido e que pode ser feita em grandes volumes, de uma única vez.


Características do RFIDPotencial OperacionalBenefícios
Não requer campo de visãoProcessos automatizadosRedução dos custos de mão-de-obra para leituras manuais
Evitar que um item não seja lidoA rede de leitores consegue identificar cada um dos itens automaticamente
Maiores níveis de precisão de inventário.
Possibilita a rastreabilidade, o que é difícil com códigos de barras normais
Capacidade de dadosPermite informações adicionais sobre um item (lote, validade...)Menor necessidade de integração de sistemas internos.
Melhor granularidade dos dados.
Maiores níveis de rastreabilidade e visibilidade dos produtos
Capacidade de regravaçãoAs etiquetas podem ser utilizadas como banco de dados portáteisMenor integração de sistemas.
Redução no armazenamento de dados
Velocidade de leituraMaiores velocidades de leitura, dado pelo fato de que itens são lidos simultaneamente Eliminação de processos manuais e trabalho devido a leituras repetitivas.
DurabilidadeEtiquete ativos ou itens retornáveis permanentementeElimina tempo envolvido nos processos de reetiquetagem


 Entenda o EPC/RFID

 Como os dados são armazenados na etiqueta?

A estrutura dos dados para as TAGs é uma simples extensão dos padrões GS1 já utilizados amplamente no mundo. O EPC, é composto pelo GTIN, que nada mais é que o número do código de barras que o seu produto já dispõe, somado ao número serial, dando assim, a identidade única do item.

 Como as TAGs conversam com os leitores RFID?

O padrão de interface aérea EPC ou ISO 18000-63 fornece todo o modelo de como as TAGs e os leitores RFID devem seguir para comunicar entre si, na prática, isso significa que se ambos são compatíveis com o padrão EPC, qualquer combinação de leitores e TAGs terão seu funcionamento garantido. Para que isso acontecesse, a indústria reduziu a variedade de equipamentos, se concentrando no uso de etiquetas passivas trabalhando em frequências ultra altas, ou UHF (variando nas faixas de 860 a 960 MHz de acordo com cada país).

 Como os leitores se comunicam com os sistemas da empresa?

A última parte do padrão EPC define como os leitores enviam os dados capturados aos sistemas corporativos, garantindo principalmente a interoperabilidade da sua solução RFID. Isso permite uma comunicação eficiente e automatizada que pode percorrer todos os sistemas internos e empresas parceiras envolvidas.

 Componentes de um sistema RFID básico

Número EPC: Identificador global e único, utilizado para acessar os dados na rede EPC. Acomoda as informações do GTIN – Identificador Global de Item Comercial, que identifica os produtos no Sistema GS1.

 

Etiqueta EPC: É composta de um componente eletrônico (chip semicondutor) que tem o seu número de identificação gravado e um transmissor conectado a uma antena. As etiquetas podem ser confeccionadas em todos os tamanhos e formatos, com espessura tão fina que permite a aplicação na superfície dos produtos. Algumas têm a capacidade adicional de registrar novos dados.

 

Leitor RFID: Emite ondas magnéticas que aciona a etiqueta RFID, permitindo que transmita de volta a informação armazenada no microchip. Decodifica, verifica, armazena os dados e se comunica com o computador.

 

Middleware RFID: Sistema computacional responsável por controlar toda a rede de leitores RFID, coletar, filtrar e encaminhar as informações para os sistemas corporativos.