Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Navegar para Cima

Skip Navigation LinksGTIN

Solicitar código de barras
Skip Navigation LinksGS1 Brasil > Códigos e Padrões > Padrões de Identificação > GTIN - Identificação de Produtos

GTIN - Identificação de Produtos

GTIN_page.png

É este número que aparece abaixo dos códigos de barras, amplamente utilizados no varejo físico para identificação de produtos. Sua forma mais comum é de 13 dígitos, podendo também ser formado por 8, 12 ou 14 dígitos.

No mundo virtual, os canais digitais usam esses identificadores únicos para estabelecer a singularidade de um produto.

Benefícios do GTIN:

  • Requisito para acesso a novas plataformas de venda (Ex. Marketplace); 
  • Maior visibilidade nos resultados de buscas; 
  • Facilidade para encontrar os seus produtos em sites de busca e comparadores de preço; 
  • Marketing mais efetivo; 
  • Precisão nas informações; 
  • Identificação unitária de cada produto.

Como o GTIN pode ajudar sua empresa no e-commerce?

Se você é fabricante ou varejista, vende produtos online e ainda não conhece o GTIN, está perdendo uma grande oportunidade de expandir os seus negócios. A maioria das marcas já utiliza e entende a importância do GTIN para identificação dos seus produtos on-line. Mas, será que vale a pena? Grandes nomes como Google Shopping, Amazon, Ebay, Marketplace Cnova, entre outros, entendem que o GTIN é essencial para ampliar o potencial de vendas.

Google Shopping 
Google Shopping

Tornou obrigatório o uso do GTIN para todos os produtos que são comercializados em suas plataformas. De acordo com o Google, os anunciantes do Google Shopping, por exemplo, constataram que quem aplicou os GTINs corretos aos dados dos seus produtos atingiram aumentos de até 20% nas taxas de conversão.

Amazon 
Amazon

A Amazon solicita o uso do GTIN para toda a categoria da moda, incluindo roupas, acessórios e calçados. A Amazon afirmou em seu site que o GTIN é a base para a criação precisa da página do produto

GTIN-13 - Estrutura

GTIN-13 - Estrutura O GTIN-13 é o código que identifica o produto. Possui 13 dígitos e também é conhecido como código EAN. Este código é utilizado tanto nas lojas físicas, quanto no e-commerce para vendas online. Veja aqui um exemplo: 7890000000000. Prefixo GS1 de Empresa / Referência do item Dígito Verificador N1 N2 N3 N4 N5 N6 N7 N8 N9 N10 N11 N12 N13.

Prefixo GS1 de Empresa / Referência do item Dígito Verificador
N1 N2 N3 N4 N5 N6 N7 N8 N9 N10 N11 N12 N13

GTIN-14 – Estrutura

O GTIN-14 ou DUN-14 como é conhecido popularmente, é o código de identificação utilizado para caixas de embarque que tenham unidades dos mesmos produtos. Geralmente este código não é lido no ponto venda, mas, alguns atacarejos já possuem sistema adequado para a leitura. Conheça um exemplo do GTIN-14: 17890000000007.

Indicador GTIN de itens contidos (sem dígito verificador) Dígito Verificador
N1 N2 N3 N4 N5 N6 N7 N8 N9 N10 N11 N12 N13 N14

GTIN-12 – Estrutura

Prefixo GS1 de Empresa / Referência do item Dígito Verificador
N1 N2 N3 N4 N5 N6 N7 N8 N9 N10 N11 N12

GTIN-8 - Estrutura (atribuído um-a-um)

O GTIN-8 é um tipo de identificação específica para itens pequenos que não comportam carregar a habitual imagem do código de barras EAN-13, devido suas dimensões.

Esse código poderá ser solicitado somente se o seu produto for:

  • Retangular ou quadrado, com uma área total inferior a 80cm²;
  • Área da etiqueta for menor que 40cm²; e,
  • Produto com formato cilíndrico com diâmetro inferior a 30mm.


Para facilitar, veja se o seu produto se enquadra em algum desses exemplos abaixo:

gtin8.png  

Prefixo GS1-8 / Referência do item Dígito Verificador
N1 N2 N3 N4 N5 N6 N7 N8

Lembre-se:

Uma vez criado o código de identificação do produto, você jamais poderá alterá-lo, ou seja, ele nasce e morre com o item.

Impressão do código de barras: A partir da numeração do item comercial (GTIN), você precisará gerar a imagem do código de barras para impressão. Há algumas alternativas:

1. caso tenha softwares e equipamentos de impressão de etiqueta ou embalagem, você pode fazê-lo internamente;

2. caso tenha um fornecedor gráfico, encaminhe a lista com a numeração dos itens (GTINs);

3.se optar por uma impressora comum, utilize o Cadastro Nacional de Produtos para geração do número e impressão das etiquetas. A GS1 Brasil oferece uma ferramenta onde é possível encontrar uma relação de empresas que fornecem serviços de impressão do código de barras.

Quer divulgar a sua empresa? Acesse a Plataforma de Negócios da GS1 Brasil.

 
Atenção

Confira aqui o Ajuste SINIEF de 14 de julho de 2017 sobre a validação do GTIN na Nota Fiscal Eletrônica.

 
Atenção

Se você está negociando a exportação de seus produtos para os Estados Unidos ou Canadá, algumas vezes, os importadores, tradings, consultorias e varejos desses países, solicitam a utilização do código GTIN-12/UPC para identificação de produtos. Mas, é importante saber que se o seu produto já possui o GTIN-13/EAN-13, já atende a esta ;solicitação. Dessa forma não é necessário utilizar o GTIN-12/UPC.

 Materiais Técnicos