Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Bem-vindo à GS1 Brasil A Linguagem Global dos Negócios
Navegar para Cima

Skip Navigation LinksFranprix

Compartilhe:

Estudo de Caso da Franprix e GS1 França

 

Os códigos de barras existem em vários formatos e aplicações. Eles são uma excelente ferramenta quando o assunto é mobile marketing. Os códigos de barras são o suporte de marketing do futuro. Usando um telefone celular equipado com uma câmera e acesso à Internet, os consumidores podem ter informações personalizadas sobre qualquer produto ou serviço de sua escolha fotografando o código de barras em casa, numa loja ou no escritório.

O código EAN-13 é o mais conhecido pelos consumidores já que hoje ele já está presente em todos os produtos comercializados no supermercado. Por meio da leitura do código é possível ter informações adicionais sobre o mesmo. Localização, preço, fatores alergênicos, opiniões sobre o produto, tudo na palma da mão do consumidor.

Padrão/Solução Gs1 Utilizado(A):

  • MobileCOM

Análise do problema

O piloto teve como premissa validar o uso do MobileCOM para auxílio ao consumidor na escolha de vinhos.

 Metas e objetivos

O objetivo do estudo de caso foi:

  • Inovação no evento
  • Ênfase na Modernidade e Acessibilidade
  • Melhoria do Serviço ao cliente

 Descrição da aplicação

O case aconteceu no período de 10 a 20 de setembro de 2009 em um evento anual chamado de Festa do Vinho onde são oferecidos desde vinhos clássicos até produtos de jovens viticultores.

O mercado francês de vinhos é conhecido mundialmente pela sua variedade e notoriedade. As compras de vinho são realizadas 85% em supermercados e movimentam 3,5 bilhões de euros anualmente. 70% dos consumidores são mulheres que gastam em média de 3 a 6 minutos para finalizar a escolha. Outro dado importante é que 1 em cada 4 consumidores sai da loja sem comprar nada. Isso demonstra que o consumidor necessita de ajuda extra para efetuar a compra.

O equipamento utilizado para acesso as informações são os próprios celulares dos clientes. Ao tirar uma foto do código de barras, os consumidores tiveram acesso a informações adicionais, incluindo uma descrição do vinho, combinação com pratos , a temperatura ideal de servir, premiações e ainda comentários do produtor e de guias profissionais.

O equipamento utilizado para acesso as informações são os próprios celulares dos clientes. O software utilizado para acesso foi o code on line que poderia ser baixado gratuitamente e era compatível com 47 tipos de aparelhos de celular.Ao tirar uma foto do código de barras,os consumidores tiveram acesso a informações adicionais, incluindo uma descrição do vinho, combinação com pratos , a temperatura ideal de servir, premiações e ainda comentários do produtor e de guias profissionais.

 Participantes

O estudo de caso se desenvolveu na França e envolveu a GS1 França e o rede de supermercados Franprix.

A GS1 é uma organização mundial com sede na Bélgica em Bruxelas. É uma associação multissetorial, sem fins lucrativos, que além de administrar o código de barras, tem a missão de implementar e disseminar globalmente padrões para a melhoria das cadeias de suprimentos.

A Franprix pertence ao Grupo Casino e é uma rede com 787 lojas (entre lojas próprias e franquias) com um faturamento anual de 2 bilhões de euros e um faturamento por metro quadrado de loja de 6 mil euros. O slogan que utilizam é “The shop around the corner” ( a loja da esquina).As lojas têm localizações centrais principalmente em Paris e seus subúrbios.

O projeto foi colaborativo e contou com a participação de um provedor de soluções (Netific), 67 produtores, além do varejista sob a Coordenação da GS1 França.

 Resultados e conclusões

Após o piloto foi feita uma pesquisa com 100 clientes em uma das lojas de Paris com o objetivo de identificar perfil dos usuários, determinar quais são as informações necessárias no departamento de vinhos e identificar outros serviços que tragam valor ao cliente.

Como perfil do consumidor que frequentou a loja neste período 2/3 eram homens que trabalham e 46% com mais de 50 anos.

franca2.jpg  

70% considerou que não eram tecnicamente qualificados quando o assunto são novas tecnologias. Quanto ao uso da internet no celular, 30% dos consumidores possuíam smartphones e apenas 14% acessa a internet diariamente.

franca3.jpg  

A impressão dos serviços foi positiva para quase todos os consumidores e muitos os consideraram útil e conveniente. 23% dos consumidores também demonstraram aceitação para instalar o sistema em seu celular se o mesmo fosse compatível.

franca4.jpg 

Quando o questionamento foi sobre sugestões para novos serviços nada se destacou, permeando entre informações sobre origens de produtos, informações sobre produtos para alimentação para bebês, eletrônicos e medicamentos.

 Case Franprix