Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Bem-vindo à GS1 Brasil A Linguagem Global dos Negócios
Navegar para Cima

Skip Navigation LinksUso-de-etiquetas-inteligentes-na-Biblion

Compartilhe:

Uso de etiquetas inteligentes na Biblion

A Biblion foi fundada no ano de 2001 com a missão de oferecer Soluções e Serviços Logísticos para o mercado editorial de forma que as Editoras não tenham mais de que se preocupar com outros assuntos a não ser o seu verdadeiro negócio que é a edição e geração de conteúdo.

Rapidamente tornou-se a maior prestadora de serviços logístico do segmento editorial do Brasil, e em 2014, seguindo o conceito de logística integrada, transferiu suas operações de Barueri para a cidade de Cajamar, onde montou um moderno Centro de Distribuição de 35.000m². Nesse local gerencia o estoque e executa toda a movimentação de entradas e saídas de mercadorias de mais de 25 Editoras, entre elas importantes empresas líderes desse segmento.

Oferece uma gama de serviços logísticos que cobre todas as necessidades do mercado editorial. Essas soluções incluem:

• Desenvolvimento de Projetos
• Gestão de Estoques
• Recebimento de gráficas e devoluções
• Armazenagem e Manuseio de materiais
• Montagem de Kits
• Processamento de Pedidos B2B
• Expedição de pedidos
• Etiquetagem
• Shrink
• Repaletização
• Strech em pallets

Todas as nossas propostas são desenvolvidas de acordo com as necessidades específicas de cada projeto, visando não só a otimização dos custos, mas também a melhor solução personalizada para cada cliente.

Além das operações de armazenagem a Biblion oferece ainda serviços de Transporte que abrange todo território nacional e incluindo transporte de carga fracionada, entregas expressas, agenciamento de carga aérea e operações com frotas dedicadas.

Dessa forma, a Biblion apresenta a seus clientes as melhores e mais completas soluções logísticas a custos realmente competitivos com o mercado.

Projeto RFID:

A aplicação do RFID tem como objetivo realizar a conferência, dos volumes que serão enviados aos clientes de maneira que possa ser localizado com maior facilidade no momento que for entregue ao seu destino. Dessa maneira, a iTAG será a parceira que fornecerá e instruirá como a Biblion poderá utilizar essa tecnologia para os processos de conferencia. 

Data de início de implantação: 10/06/2016
Abaixo a lista de operações envolvidas no projeto:

Centro de Distribuição:
• Impressão de etiquetas
• Conferencia dos volumes que serão enviados ao cliente

 Participantes

iTAG Tecnologia
Zebra
Acura global
IMPINJ
NXP

 Vídeo

 Da teoria à prática | Sobre o projeto

Descrição do problema 
A iniciativa do uso dessa padronização não se deu através de problemas. Ao invés disso, a iniciativa partiu devido ao interesse em desfrutar totalmente da tecnologia RFID, no padrão SSCC, para automação de processos.

Objetivos do projeto 
Este projeto tem como foco a conferência dos volumes que estão sendo carregados no caminhão para que fosse entregue nos eventos dos clientes, garantindo que todos os volumes que foram separados para o envio sejam carregados no caminhão.

Descrição da Aplicação 
A Biblion utiliza os middlewares da iTAG para impressão de etiquetas e leitura das caixas nas esteiras.

O IPRINT faz a criação dos cadastros dos livros e seus lotes em cima das informações das notas fiscais, enviadas pelas editoras com a solicitação dos livros que serão entregues nos eventos.

O iMonitor faz a leitura das caixas e envia as informações para o iTAGALERT, que faz todo o controle das leituras separando por NOTA, PEDIDO ou PRODUTO.

O iTAGALERT faz todo o controle das conferencias das caixas que passam pela esteira, e envia para um banco de dados onde todas as informações ficam armazenadas e administradas, podendo gerar relatórios confrontando a nota fiscal e os itens lidos, verificando se estão de acordo com o pedido feito pela Editora. Ainda nesse mesmo middleware fazemos todo o controle de inventario e criação de relatórios para o fornecimento aos clientes.

Centro de Distribuição

• Impressão de etiquetas
A iTAG montou uma ilha de impressão onde todos os pedidos feitos pelas editoras são cadastrados e atribuídos a lotes de etiquetas RFID no padrão SSCC para a impressão.

• Etiquetagem das caixas dos livros
A Biblion montou uma área de etiquetagem onde os profissionais separavam os lotes de etiquetas e aplicava a mesma em suas respectivas caixas.

• Expedição de mercadorias
Após todos os faturamentos e conferencias dos livros solicitados pelas editoras, os mesmos são embalados em caixas de papelão e identificados por uma etiqueta de caixa separando todos os títulos que pertencem ao volume e com uma etiqueta RFID no padrão SSCC para que possa ser conferido pelas esteiras no momento da montagem dos pallets, garantindo que os volumes que devem ser entregues aos clientes em seu evento estão sendo colocados nos pallets para a entrega.

 Resultados Alcançados

Expedição Saída

Antes:
Antes do uso do padrão SSCC através da tecnologia de RFID, os livros eram lidos pelo leitor ótico de código de barras e colocados em caixas de papelão e colocados em pallets sem facilidade para localização quando fosse entregue ao cliente, ou seja, o cliente teria que desmontar os pallets para localizar os volumes que ficaram em cada ponto do evento.

Depois:
Após a implementação da tecnologia, aliada ao uso da esteira, a Biblion pode proporcionar ao seu cliente um serviço adicional de localização de volumes após a montagem do pallet. O cliente juntamente com um coletor RFID poderia localizar os volumes necessário para cada local de seu evento

Objetivo
O maior ganho da Biblion nessa experiência com a tecnologia foi que após verificar que todos os volumes foram lidos e, após alguns testes, constataram que podem fazer a identificação unitária de todos os livros proporcionando vários serviços aos clientes e conferência diária durante os eventos.

A ideia é para os próximos passos identificar os itens desde a impressão dos títulos fazendo com que ela já nasça com uma identificação única desde a origem e isso fará com que tenham ganho nos seguintes pontos:

- Entrada de Mercadorias
- Localização de livros
- Localização de Pallets
- Conferencia de livros com Caixas fechadas
- Conferencia de Pedidos de transferências
- Conferencia de retorno de eventos
- Inventário
- Serviços aos clientes durantes os eventos

E o ganho principal é a produtividade inigualável que a tecnologia do RFID pode oferecer em um dos testes que fizeram durante a implantação do padrão SSCC. Comparação:

- Em um leitor ótico com um pallet de 499 livros, o tempo para a conferência foi de 40 minutos.

- Em uma conferência por RFID com o mesmo pallet de 499 livros, o tempo do processo foi de 7 minutos, fazendo com que o ganho nas transferências e recebimentos fosse de, em média, 530 %.