Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Bem-vindo à GS1 Brasil A Linguagem Global dos Negócios

Cases

 

A aplicação do padrão GS1 em embalagens à vácuo de nozes pecã

A Divinut processa nozes-pecã mecanicamente para abastecer empresas do setor alimentício, desde fábrica de doces até grandes redes varejistas em todo o Brasil. A Divinut enxergou o código de barras como uma necessidade comercial desde o início e hoje resulta em atendimento a mais de 300 municípios.

Identificação de itens comerciais e unidades logísticas da R. Damásio

A R. Damásio, a maior importadora de peças para motocicletas e bicicletas da América Latina, adotou código de barras, padrão GS1, na identificação de unidades logísticas e itens comerciais importados da China e vendidos no Brasil, melhorando seus controles e garantindo maior eficiência em seus processo logísticos.

Identificação de ampolas com GS1 DataMatrix na Isofarma Industrial Farmacêutica

Projeto de identificação de doses unitárias de medicamentos realizado em parceria com a GS1 Brasil e Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Hospital Sírio-Libanês, Santa Joana Pro Matre e Hospital Moinhos de Vento para prevenir falsificação de medicamentos e aumento da eficiência em operações hospitalares.

Controle de Produção e Logística com o GS1-128 na Portobello

A Portobello, uma empresa referência no segmento ceramista, produz em torno de 23,5 milhões de metros quadrados de cerâmica. Motivada pela demanda de seus clientes, foi pioneira na codificação de caixas e nos paletes com o código GS1-128. Hoje controla adequadamente produto, lote, m², tonalidade e tamanho do piso e revestimento.

Identificação e Rastreabilidade na Itaueira Agropecuária

A Itaueira Agropecuária produz o Melão Rei que tem sua qualidade comprovada no mercado nacional e internacional. A empresa é associada a GS1 Brasil desde 1995 e utiliza os padrões de identificação do Sistema GS1, além de se preparar para utilizar a identificação logística por meio do GS1-128 para adequação ao “Produce Traceability Initiative” (PTI).

Exército Brasileiro

O exército brasileiro estabeleceu como estratégia a automação de operações logísticas. Como parte deste programa, a Diretoria de Abastecimento trabalhou junto a GS1 Brasil para implantar um sistema de controle e rastreabilidade. Os produtos identificados incluem equipamentos (capacetes, mochilas, etc.), utensílios de cozinha, equipamentos para alojamento (beliches, colchões, etc.) e uniformes.

« Página anteriorPróxima página »