Advisory Council

O Advisory Council é um encontro formado por CEOs das GS1s que representam cerca de 20 países, que se reúnem com altos executivos da organização Global para discutir e avaliar estratégias mundiais e prioridades, promovendo integração entre as principais lideranças das organizações. Esse evento acontece duas vezes por ano em diferentes países.

Em Janeiro de 2014, o Brasil sediou mais um encontro, que recebeu além do CEO da GS1 global, Miguel Lopera, representantes da Alemanha, Austrália, Bélgica, Brasil, Canadá, China, Egito, Estados Unidos, França, Holanda, Hong Kong, Índia, Itália, Japão, México, Nova Zelândia, Peru, Polônia, Reino Unido e Suécia.

Global Fórum

O Fórum Global GS1 é o evento anual global para alinhar a estratégia da organização, inspirar e fortalecer a equipe GS1 em todo o mundo. Esse encontro acontece em Bruxelas, e a semana oferece grandes oportunidades para aprender sobre as mais recentes soluções, implementação de ações e melhores práticas de inovação de todo o mundo. O evento reúne mais de 700 participantes de GS1s de mais de 80 países. Além de presidentes das organizações, CEOs, diretores, participam também, gerentes de marketing, especialistas técnicos, stakeholders, representantes da indústria, associações comerciais e prestadores que também são membros nos vários Conselhos de Administração.

General Assembly

A General Assembly da GS1 é um evento onde são tomadas decisões importantes para o futuro das organizações. A atividade tem um papel fundamental no processo de governança da organização e acompanha o seu desempenho global. Participam desse evento representantes da indústria e líderes da GS1 de mais de 100 países. Assim como o Advisory Council, a General Assembly acontece em diferentes países. A atuação da GS1 Brasil nos eventos internacionais da GS1 vem aumentando significativamente nesses últimos três anos. No Global Forum, a comitiva dos profissionais da entidade brasileira tem como objetivo interagir, integrar-se e aprender com os colegas das diversas organizações GS1 e também de apresentar cases nacionais que podem servir de exemplo para o mundo.

Healthcare

A GS1 Brasil colabora em vários fóruns internacionais do GS1 Healthcare. O grupo internacional tem como objetivos liderar iniciativas para aumentar a segurança dos pacientes, tornar eficiente a cadeia de suprimentos e garantir a rastreabilidade e sincronização de dados mais precisos nos cuidados de saúde.

A GS1 Healthcare, busca ser reconhecida pelas agências reguladoras, entidades do setor e demais stakeholders, como uma fonte neutra e aberta a quem procura “inputs” e direcionamento na utilização de padrões globais para o setor da saúde, visando a segurança do paciente, segurança e eficiência da cadeia de suprimentos, rastreabilidade e sincronização de dados precisos, beneficiando desde o fabricante até o paciente.

Para o desenvolvimento e implementação bem sucedida dos padrões globais, a GS1 Healthcare reúne especialistas em saúde. Juntos, eles vêm desenvolvendo um “road map” para o uso de padrões na cadeia de suprimentos como é acordado e definido pelo setor.

A GS1 Brasil faz parte dos comitês gestores do GS1 Healthcare: Healthcare Leadership Team com a participação de Ana Paula Vendramini Maniero, Gerente de Negócios, e do Healthcare Steering Commitee por meio de Virginia Villaescusa Vaamonde, CEO da organização.

Além da participação nos comitês internacionais a GS1 Brasil possui seu próprio grupo local que tem como objetivo entender as necessidades do setor e assegurar que os requisitos específicos do Brasil, estejam contemplados nos padrões globais, além de trabalhar no sentido de promover e apoiar a adoção e implementação destes padrões no País.

Global Brand

Em outubro de 2014, a GS1 Brasil foi pioneira na adoção da nova identidade visual global em seu website,. “O Brasil virou case internacional com essa mudança visual”, afirma Frederico Coelho, gerente de Comunicação e Eventos da GS1 Brasil. “Mudamos inclusive antes do Global Office e apresentamos o case no Global Forum”.

A discussão da nova marca global aconteceu no âmbito do Advisory Council, do qual Virginia Vaamonde, CEO da GS1 Brasil, faz parte. O conselho chegou à conclusão de que uma organização que fala de padrões não poderia ter uma identidade visual diferente em cada país, e então foi formado um grupo de discussão multinacional.

“O Brasil, num primeiro momento, entrou com participações específicas, e não como parte do grupo. Depois, com toda projeção que conquistamos, passamos a integrar esse grupo”, explica Coelho. A GS1 global passou a trabalhar com uma agência internacional chamada Bailey Brand Consulting para construir a nova marca.

O Brasil participou de todas as discussões e de aprovações até chegar ao modelo final. Foi mais de um ano de trabalho, primeiro para a construção da nova identidade e depois para a sua aplicação. “Somente a implantação do portal, com quase toda identificação visual pronta, levou um ano”, afirma o gerente de Comunicação e Eventos da GS1 Brasil.

Discovery App

O Discovery App é uma aplicação web interativa que apresenta de forma didática toda a história de um produto (no caso, geleia de morango) ao longo da cadeia de suprimentos, desde a indústria até a mesa do consumidor. Aborda também todo o processo de identificação de um produto e sua rastreabilidade na cadeia de abastecimento, a partir dos padrões GS1.

A aplicação foi criada em 2013 pelo escritório global para unificar a linguagem e a explicação sobre os padrões pelo mundo, independentemente do idioma. “A GS1 Brasil participou do projeto desde o início, contribuindo com informações nas reuniões de concepção do aplicativo e ainda liderou a estratégia de comunicação para o lançamento, entre 2013-2014”, afirma Coelho.

O aplicativo tem ganhado força nos escritórios GS1 pelo mundo, com apresentações de sucesso em feiras e eventos. No Brasil, ele faz parte do Espaço do Conhecimento.