Projeto Educação

Cursos

​​​​Em 2015, a GS1 Brasil ofereceu os seguintes cursos: Código de barras I: Entenda, crie e gerencie a identificação do seu produto; Código de barras II: Dados variáveis e logísticos; RFID com Base no Padrão GS1 EPCglobal; Rastreabilidade: Implementação com o Sistema GS1; e Alinhamento de Informações e Sincronização de Dados: A base para o comércio eletrônico. Esses cursos também estão disponíveis no formato In Company, para os funcionários de um associado.

Até outubro daquele ano, foram 36 eventos, com um total de 3.760 participantes. Houve 98 horas oferecidas de treinamento, com índice de satisfação do participante de 9,33, numa escala que vai até 10. Os cursos oferecidos presencialmente têm carga horária de três horas e meia. Uma vez por mês são oferecidos dois cursos. Além de São Paulo, a GS1 Brasil realizou, em 2015, cursos em Curitiba e Belo Horizonte.

Para decidir sobre os próximos passos da área de educação, a GS1 Brasil contratou uma consultoria que fez uma sondagem junto aos associados, e traçou o que a associação chama de Trilhas do Conhecimento. “Eles falaram muito de acesso à inovação, de conteúdos que tratem de questões inovadoras”, conta Flávia Ponte da Costa. A área também planeja oferecer, a partir de 2016, cursos voltados a verticais econômicas, como saúde.

Parcerias com Universidades

As parcerias com as universidades são estratégicas para a GS1 Brasil. O principal objetivo é a troca de conhecimento entre a entidade e o meio acadêmico para capacitação técnica de alunos e disseminação de novas tecnologias que utilizam o Padrão GS1. “Entendemos que, quando levamos a informação para o profissional que ainda não está no mercado, ele vai se lembrar da GS1, se um dia tiver problema com logística ou precisar fazer uma identificação”, afirma destaca Flávia Ponte Costa, coordenadora de Educação da GS1 Brasil.

Os temas que a GS1 Brasil leva para as universidades são os mesmos com que trabalha nos cursos oferecidos na sede. A associação participa de eventos como semanas de Engenharia, promovendo palestras sobre os padrões de automação.

Até 2014, a GS1 Brasil atendia a demandas que apareciam das instituições de ensino, mas, desde então, um esforço vem sendo feito no sentido de fechar parcerias fixas, no formato de cooperações técnicas. A associação já tem acordos assinados com a Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo (FUSP), o Instituto Mauá de Tecnologia e o FIT – Flextronics Instituto de Tecnologia (centro de pesquisa e desenvolvimento).

Em outubro de 2015, a GS1 firmou uma parceria com a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo que tem como um dos objetivos contribuir com o “Projeto Canal Azul”, cujo propósito é a redução de tempo na liberação de cargas de carne bovina e a precisão nos sistemas logísticos da cadeia de produção e abastecimento. O projeto conta ainda com a participação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec).

Neste mesmo ano, a GS1 Brasil também desenvolveu ações com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), a Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), a Faculdade de Engenharia Industrial (FEI) e o Instituto Racine.

Webinars

Os webinars da GS1 Brasil abordam cases de automação e logística, tutoriais das plataformas da associação e entrevistas com especialistas de mercado sobre tendências tecnológicas e análises setoriais. Com uma hora de duração, o Pergunte ao Especialista tem 30 minutos de conteúdo e 30 minutos de respostas a dúvidas do público.

públicos grupos costumam ter de 100 a 400 pessoas, incluindo aquelas que assistem ao vídeo após o evento. A GS1 Brasil procura realizar um webinar por mês. A estruturação da área de educação aumentou o número de pessoas capacitadas no Brasil inteiro.

Relacionamento com multiplicadores

A GS1 Brasil mantém um trabalho junto a formadores de opinião, como consultores, pesquisadores e professores. Para esses profissionais, a associação oferece informações técnicas, para que conheçam como se aplicam os padrões de automação dentro de sua especialidade.

Em 2015, a GS1 Brasil também montou um curso para colaboradores do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). O curso Inovando com o Código de Barras está disponível na Universidade Corporativa da entidade. “O Sebrae tem uma capilaridade muito importante. Não conseguimos estar no Brasil todo, mas eles conseguem”, destaca Flávia Ponte Costa, coordenadora de Educação da GS1 Brasil.