Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Bem-vindo à GS1 Brasil A Linguagem Global dos Negócios
Navegar para Cima

Skip Navigation Linksapoio-para-pequenas-medias-e-grandes-empresas

Compartilhe:
29/04/2014

Apoio para pequenas, médias e grandes empresas

​Com o objetivo de maximizar resultados, Divinut Indústria de Nozes recebe o apoio da GS1 Brasil e utiliza o código de barras como ferramenta de inovação. A Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil, responsável pelo padrão global de identificação de produtos e serviços na cadeia de suprimentos, apoia pequenas, médias e grandes empresas na aplicação da padronização de processos. Este é o caso da Divinut Indústria de Nozes, de Cachoeira do Sul (RS), que trabalha com um modelo de negócios que prevê a integração com fornecedores de nozes pecã, matéria-prima usada para abastecer sua linha de produção.

 
Acompanhe nossas atualizações no Facebook e no LinkedIn.
 
Em parceria com a Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil, a empresa está em fase inicial de um projeto de automação com foco na rastreabilidade. A ideia é utilizar o código de barras e as informações sobre o lote e a validade já aplicados às embalagens. Hoje, a gestão de todo o processo é feita apenas parcialmente, por meio dos lotes. O objetivo da mudança é fazer a rastreabilidade ao longo de toda a cadeia – passo fundamental para os planos de inserção no mercado internacional no sentido de que o código de barras facilita a venda das mercadorias em escala mundial.
 
“Hoje, nossa produção também é abastecida por outros produtores que não utilizam nossa base genética, que é identificada por meio de código de barras. Desde que a empresa foi criada, em 2000, usa essa ferramenta. Ela agiliza nossa gestão e logística, pois permite identificar cada produtor, monitorar a movimentação da matéria-prima e o beneficiamento e checar para qual cliente o produto foi entregue”, afirma o diretor da Divinut, Édson Roberto Neto Ortiz.
 
A mercadoria da Divinut é usada por fábricas alimentícias de todo o Brasil que atuam no segmento de doces, chocolates, sorvetes, bolos, biscoitos e confeitarias, assim como grandes varejistas que a utilizam na área de panificação e também revendem para o consumidor final. O volume mensal de processamento é da ordem de 15 a 20 toneladas.
 
Fonte: NEWSCOMEX
Olá ,
Contamos com sua participação em uma rápida pesquisa sobre nosso portal!