Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Bem-vindo à GS1 Brasil A Linguagem Global dos Negócios
Navegar para Cima

Skip Navigation Linksbrasil-em-codigo-2014

Compartilhe:
06/08/2014

Brasil em código 2014

Durante a 4ª edição do Brasil em Código – Conferência Internacional da GS1 Brasil sobre automação e logística, promovida em São Paulo pela GS1 Brasil- Associação Brasileira de Automação, palestras e debates de especialistas atualizaram o conhecimento de um público de aproximadamente 300 pessoas. Executivos e decisores de diversos setores da economia, além de representantes de órgãos governamentais conheceram experiências de aplicação de novos sistemas de automação em logística, indústria, saúde e varejo.

 
Acompanhe nossas atualizações no Facebook, no LinkedIn ​e no Twitter.
 
João Carlos de Oliveira, presidente da GS1 Brasil, ressalta a importância da conferência. “Propomos o debate de alto nível para que os líderes das empresas brasileiras tenham conhecimento de métodos eficientes a partir de processos padronizados e aplicados mundialmente. É uma de nossas contribuições para o desenvolvimento socioeconômico do país”.
 
Durante toda a tarde de 31 de julho, foi abordado o impacto no mercado que a tecnologia provocará na competitividade das empresas, na produção e na rentabilidade. Para fazer uma análise do comportamento, incluindo principalmente o público consumidor, o evento contou com Peter Hinssen, consultor e estudioso da sociedade digital, convidado para apresentar suas teorias a respeito do tema “A rede sempre vence”.
 
Consultor e acadêmico, o belga Peter Hinssen é autor dos livros “The New Normal” e “The Network Always Wins”. Sua palestra mostrou como as redes ocupam um espaço tão significativo na sociedade, a ponto de as empresas repensarem os antigos paradigmas de negócios para se tornarem mais dinâmicas e velozes. “Os mercados como nós conhecemos vão desaparecer e se tornarão redes dinâmicas de informações, com o consumidor em seu centro; se observarmos como estamos conectados em rede, o tempo todo, vemos que ela muda o nosso comportamento como consumidor", explica Hinssen.
 
 
Representando a rede de varejo Magazine Luiza, o diretor de logística, Ricardo Ruiz Rodrigues, mostrou o quanto a tecnologia contribuiu para evolução dos serviços oferecidos aos consumidores. Como representante da indústria, a conferência contou com Mauricio Utiyama, diretor da Reckitt Benkinser. O executivo apresentou um dos principais desafios da indústria, que é garantir a presença do sortimento, assim como espaços corretos nas prateleiras. Devido ao constante processo de inovação de todos os setores somado ao desafio do abastecimento logístico, surge a importante questão: como garantir o que está na prateleira é o que efetivamente importa para o comprador e consumidor? A palestra da indústria traz um exemplo concreto sobre esse tema, explorando algumas soluções tecnológicas.
 
Em seguida, representantes internacionais da GS1 fizeram apresentações de estudos de casos. Rubén Calónico, CEO da GS1 Argentina, destacou a rastreabilidade de medicamentos em seu país. Em 2011, o Ministério da Saúde da Argentina, em conjunto com a Administração Nacional de Medicamentos, Alimentos e Tecnologia (ANMAT), anunciou o lançamento de um programa nacional d​e rastreabilidade de medicamentos que foi adotado por laboratórios, fabricantes e importadores de medicamentos.
 
Já Mario de Aguero, CEO da GS1 México, mostrou preocupação com o desenvolvimento dos negócios e a eficiência e segurança na cadeia de abastecimento. “A informação correta de seus produtos é vital para os processos comerciais e a adequada presença nas prateleiras. Os padrões de qualidade de dados são um conjunto de ferramentas para estruturar, compartilhar e manter informações de qualquer produto e sua embalagem de maneira completa, consistente, precisa e baseada em padrões globais”, defende Aguero.
 
Virginia Vaamonde, CEO da GS1 Brasil, expôs o quanto a qualidade da informação influencia as decisões do consumidor e também a eficiência dos fornecedores. "Cada vez mais as pessoas assumem o papel de protagonistas nas relações de consumo. As facilidades e a velocidade que o mundo digital oferece atualmente só reforçam esse posicionamento do consumidor, que recorre à internet e às redes sociais para buscar informações sobre os produtos que compra ou deseja adquirir.”
 
Olá ,
Contamos com sua participação em uma rápida pesquisa sobre nosso portal!