Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Compartilhe:
11/12/2014

Fruta com rastreabilidade ganha mercado brasileiro e internacional

Frutas como limão, manga, banana e mamão produzidas na região do Jaíba, em Minas Gerais, agora possuem um selo que permite a sua rastreabilidade. Através deste selo é possível ter informações como origem e qualidade das frutas, atendendo às exigências dos compradores internacionais.

Segundo Jorge Luis Raymundo Souza, presidente da Abanorte (Associação Central dos Fruticultores do Norte de Minas) a região pretende se tornar referência de mercado na produção de frutas. E nos próximos cinco anos pelo menos 25% das frutas produzidas naquela região devem sair com o selo, a fim de alcançar o mercado externo com intensidade maior.

O novo conceito de comercialização garante rentabilidade superior ao produtor e um produto de qualidade ao consumidor. O projeto que é uma parceria entre o Governo do Estado de Minas Gerais, Sebrae-MG, Associação Central dos Fruticultores do Norte de Minas (Abanorte), INAES, Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) e Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) chegou ao varejo paulista nas últimas semanas.

Para fazer parte do projeto de rastreabilidade, produtores precisam obedecer às boas práticas agrícolas exigidas pelo mercado. A Região do Jaíba, que abrange os municípios de Matias Cardoso, Janaúba, Porteirinha, Nova Porteirinha, Verdelândia, Itacarambi e Jaíba produz ao ano 1,1 milhão de tonelada de frutas e gera receita de R$ 760 milhões.

Olá ,
Contamos com sua participação em uma rápida pesquisa sobre nosso portal!