Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Bem-vindo à GS1 Brasil A Linguagem Global dos Negócios
Navegar para Cima

Skip Navigation Linksrastreabilidade-de-produtos-na-agricultura

Compartilhe:
07/07/2014

Rastreabilidade de produtos na agricultura

​Um dos responsáveis pelo atual crescimento e sucesso do Sistema Integrado de Produção e Comercialização de Frutas, Legumes e Verduras da Sakata, empresa de sementes de hortaliças e flores, é a Rastreabilidade de Produtos, implantada pela corporação em 2009 com o tomate sweet grape.

 
Acompanhe nossas atualizações no Facebook, no LinkedIn e no Twitter.

Com o propósito de garantir qualidade e segurança alimentar aos consumidores finais, a rastreabilidade representa a possibilidade de o consumidor acompanhar da onde o produto partiu (produção) e para onde foi (destino), até o consumo do mesmo, além de identificar os possíveis perigos à saúde coletiva a que foram expostos durante a sua produção e distribuição. Com isso, se o produto vier a ter qualquer problema, é possível identificar o que aconteceu e tratar a causa.
 
 
O Coordenador de Novos Negócios da Sakata, Marcio Jampani, explica que com a rastreabilidade é possível, por exemplo, em um recall identificar o que causou a devolução de um lote e para onde foram enviados esses produtos. “No entanto, o grande progresso que se tem com a rastreabilidade é poder conhecer melhor o negócio, coletar informações para facilitar a gestão e conquistar a manutenção de mercados, tanto nacionais quanto internacionais”, ressalta.
 
Na rastreabilidade de produtos dentro do sistema integrado da Sakata, o integrado (produtor rural) é responsável pelo rastreamento na produção de campo e o integrador (comercializador) é corresponsável pelo rastreamento neste elo da cadeia, responsável pelo rastreamento na produção de packing house (embalamento) e também para onde o produto foi enviado. “Hoje, a Sakata garante a rastreabilidade do tomate sweet grape nos integradores e já iniciou o processo derastreabilidade com os integrados”, afirma Marcio Jampani.
 
Para tal processo funcionar no dia a dia, a Sakata possui uma empresa parceira que dispõe de um sistema informatizado, em que o integrador acessa e insere os dados das origens e destinos de seus produtos, qualidade dos lotes recebidos e informações processadas e enviadas aos seus clientes. Esta mesma empresa desenvolveu um software para tablet, que é utilizado pelo integrado, em que insere os dados do campo de produção, inclusive com o manejo diário utilizado no lote do produto cultivado. A partir daí, todo o lote que o integrador recebe, envia aos seus clientes um QR code (código de barras bidimensional) para identificar as origens.
 ​
Sobre a Sakata
 
A Sakata Seed Sudamérica Ltda., empresa de sementes de hortaliças e flores, é o braço de atuação da multinacional japonesa para a América do Sul com sede em Bragança Paulista, interior do Estado de São Paulo.