Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Compartilhe:
12/05/2015

Tecnologias que agilizam as vendas já estão disponíveis

Os expositores do setor de tecnologia presentes na feira da Associação Paulista de Supermercados (Apas) apontaram que a maior parte das tendências adotadas mundo afora já estão disponíveis no país. Uma das novidades foi o sistema de self shopping Joya, da italiana Datalogic, apresentado pela Consinco. O funcionamento é simples. Consumidores se identificam com seus cartões de fidelidade para liberar leitores portáteis de códigos de barras, com os quais registram os produtos à medida que os colocam nos carrinhos. Ao chegar ao caixa, é só pagar e ir embora - utilizando cartão ou dinheiro, já que a solução contempla também um dispensador de troco.

Acompanhe a GS1 Brasil no LinkedIn, Facebook, Twitter e YouTube. 

A compra é feita sem intervenção de funcionários e a segurança é garantida pelo sorteio aleatório para verificação das compras. O tempo gasto no checkout pode ser reduzido em até 80%. A Consinco também criou soluções com beacons, dispositivos capazes de interagir via bluetooth com smartphones dos clientes e enviar mensagens personalizadas. "A questão é a conveniência", diz o diretor comercial Silvio Sousa.

A GS1, Associação Brasileira de Automação, também demonstrou conceitos de autoatendimento e self checkout baseados em tecnologias como identificação de produtos e comunicação de dados via radiofrequência (RFID) - etiquetas com chips permitem inventário automático de peças e compra sem interferência de vendedores. "O sistema já é utilizado no varejo por marcas como Mimove e Brascol ", diz o gerente de produtos Paulo Crapina.

Um dos objetivos é a redução do tempo no caixa. A VR Software apresentou o Self Checkout, que permite ao cliente registrar e pagar suas compras sem intervenção do operador. A Toledo lançou seu Pre Scan, leitor portátil móvel para frente de loja capaz de agilizar as filas. "O operador lê até 20 itens na própria fila, embala e entrega um cartão da loja que será descarregado no caixa para pagamento", descreve o coordenador de marketing João Paulo Nogueira.

A Seal Telecom, por sua vez, apresentou solução de mobilidade para equipes das lojas que agiliza e enriquece processos de inventário e atendimento com uso de scanners, smartphones ou tablet. "O funcionário conectado com mobilidade pode tirar dúvidas, fazer vendas, registrar produtos na fila do caixa", descreve o CEO Wagner Bernardes.

Outra novidade é o e-Grab, carteira virtual de cupons de desconto. O envio do cupom é feito via sinal de áudio em frequência inaudível para o ser humano, mas captado por celulares, emitido durante transmissões de rádio e TV e integrando publicidade e ação promocional. Outro destaque são etiquetas com chips para leitura por aproximação (NFC), que permitem ao consumidor "ler" informações sobre o produto com seu smartphone.

A Tyco apresentou a solução Controle de Fluxo, baseada em câmeras que geram informações de contagem e análise de clientes. "Cruzadas com outros dados, as informações permitem identificar a taxa de conversão do ponto de venda", diz o gerente de soluções Augusto Pereira.

Outras conferem mobilidade à gestão. "Trabalhamos com design thinking para entregar solução de mobilidade do software de gestão de forma responsiva, que roda em qualquer smartphone", diz André Veiga, diretor de varejo da Totvs.

A RP Info levou a Mobile Retail Suite (MRS) da Tlantic, que permite acesso móvel a dados de diferentes sistemas.

Fonte: Valor Econômico