Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Bem-vindo à GS1 Brasil A Linguagem Global dos Negócios
Navegar para Cima

Preciso de um Código de Barras

Porque escolher os códigos de barras GS1 Brasil para os seus produtos?

A GS1 é a organização oficial responsável por fornecer Códigos de Barras (EAN/UPC) no Brasil e no mundo. Ajudamos empresas a identificar seus produtos desde que o primeiro código de barras foi usado em 1973. 

Quando você obtém seus códigos de barras da GS1, também fica tranquilo em saber que seus números são autênticos.

Venda seus produtos na Amazon, Google, Carrefour, GPA e diversos outros players 

Venda seus produtos na Amazon, Google, Carrefour, GPA e diversos outros players

O GTIN (número do código de barras) da GS1 é aceito na maioria das grandes redes de varejo físico e marketplaces

Faça negócio no mundo inteiro 

Faça negócio no mundo inteiro

A GS1 é uma organização global, presente em mais de 150 países, por isso garante que seu código de barras será válido em qualquer lugar do mundo

Faça a gestão de seus produtos online 

Faça a gestão de seus produtos online

Você pode cadastrar, fazer a gestão e impressão dos seus códigos de barras online

Rápido e prático 

Rápido e prático

Para receber seu número do código de barras (GTIN), basta se cadastrar online, enviar a documentação necessária e pagar o boleto de inscrição

Suporte sempre que precisar 

Suporte sempre que precisar

Contamos com vários canais de atendimento e suporte: telefone, e-mail ou chat online

Confira os valores para obter seu Código de Barras 

Para adquirir o seus códigos de barras e manter ativa a licença para uso desta identificação única para seus produtos, é cobrada uma taxa anual, calculada sempre de acordo com o faturamento da empresa. Uma empresa associada à GS1 Brasil passa a ter direito à diversos benefícios que vão além dos códigos de barras, como assessoria técnica, cursos, comitês setoriais, participação em grupos de trabalho, eventos, estudos e pesquisas sobre automação e inovação, e muito mais. Confira os valores abaixo.

Faturamento Anual 1º Pagamento Anuidade Categoria
Até 300.000 R$ 639,50 R$ 341,00 T4
De 300.001 até 1.000.000 R$ 748,50 R$ 559,00 T3
De 1.000.001 a 6.000.000 R$ 1.105,50 R$ 1.273,00 T2
De 6.000.001 a 60.000.000 R$ 1.788,50 R$ 2.639,00 T1
Acima de 60.000.001 R$ 2.138,50 R$ 3.339,00 T10

1. A taxa de inscrição de R$ 469,00  (para qualquer faixa de faturamento) está incluída no 1º pagamento.

2. Tabela vigente a partir de 01 de janeiro de 2018.

Atenção! Após 6 (seis) meses de filiação, considerando o mês da adesão associativa, será cobrada a primeira anuidade de acordo com a sua categoria de faturamento.

Veja o que dizem alguns dos nossos 58 mil associados

 
 

A GS1 atualmente tem me ajudado com insights para resolução dos problemas da minha empresa. Hoje, participando dos eventos, estando com o pessoal do comitê (MPE), tive uma visão melhor de como melhorar meus processos, como trabalhar melhor os meus clientes e como prospectar novos clientes, além de novos mercados.

Van-Verr

 
 

Sou associado desde 2016 e na GS1 eu tive total apoio. Tenho aproveitado mais do que somente os benefícios dos códigos de barras. Tenho aproveitado vários cursos, palestras e comitês (MPE) e tem sido de grande utildade: networking com outros empresários, discussão de boas práticas, o que é algo muito importante para o meu negócio.

Cido Domingues, Mascky Presentes

Perguntas frequentes

Trata-se da representação gráfica, em barras claras e escuras, das combinações binárias utilizadas pelo computador. Decodificadas por leitura óptica, essas barras informam os números arábicos ou as letras que constituem o código de barras.

O GTIN, sigla de Global Trade Item Number, é um identificador para itens comerciais desenvolvido e controlado pela GS1, antiga EAN/UCC.

Os GTINs, anteriormente chamados de códigos EAN, são atribuídos para qualquer item (produto ou serviço) que pode ser precificado, pedido ou faturado em qualquer ponto da cadeia de suprimentos.

O GTIN é utilizado para recuperar informação pré-definida e abrange desde as matérias primas até produtos acabados. GTIN é um termo "guarda-chuva" para descrever toda a família de identificação das estruturas de dados GS1 para itens comerciais (produtos e serviços).

Os GTINs podem ter o tamanho de 8, 12, 13 ou 14 dígitos e podem ser construídos utilizando qualquer uma das quatro estruturas de numeração dependendo da aplicação. O GTIN-8 é codificado no código de barras EAN-8. O GTIN-12 é mais utilizado no código de barras UPC-A, o GTIN-13 é codificado no EAN-13 e o GTIN-14 no ITF-14.

Conheça o Cadastro Nacional de Produtos, ferramenta online da GS1 Brasil para geração de GTIN e gestão de produtos.

Há 4 maneiras de construir o GTIN:

Nomes anteriores do GTIN

GTIN-8 à antigo EAN-8, GTIN-12 à antigo Código UPC, GTIN-13 à antigo Código EAN, GTIN-14 à antigo DUN-14.

FAQ4.jpg 

GLN ou Número Global de Localização é chave de identificação do padrão GS1 para localizações.

Esse número está vinculado aos dados das empresas, por exemplo: localizações físicas (endereços, armazéns, docas, etc.) ou entidades legais (Indústria XX Ltda., Indústria YY S/A, Matriz, Filiais, etc), sempre com o intuito de agregar valor na comunicação de dados na cadeia de suprimentos.

O varejo utiliza esse número na troca eletrônica de dados ou EDI, com a finalidade de identificar a origem do produto adquirido, facilitando o gerenciamento, por exemplo, do pedido, faturamento, etc.

Atualmente, muitos setores do comércio e da indústria reconhecem o Sistema GS1 como o único sistema de identificação e comunicação que propicia aplicações em geral reconhecidas internacionalmente. Considerando suas origens, as características específicas do Sistema GS1 não são exclusivamente aplicadas na constatação de conformidades, e ele nunca representou uma solução apenas para o setor varejista. Grandes empresas utilizam o Sistema GS1 como forma de acelerar seus prazos de negociações comerciais e para otimizar o controle de recebimento, produção e expedição de produtos.

As empresas que não adotam o padrão global acabam tendo de trabalhar com vários padrões (sistemas), elevando seus custos operacionais e administrativos e dificultando seu processo de gestão.

Para gerar os códigos de barras dos seus produtos, acesse Cadastro Nacional de Produtos - CNP. Nele você criará todos os códigos para identificação de seus itens comerciais, além de gerar a etiqueta para impressão do código de barras. Mais informações acesse www.gs1br.org/cnp

Sim, possuímos o débito automático para correntistas do Banco Itaú. Para autorizá-lo, basta preencher o termo (disponível em nosso portal) e enviá-lo para a GS1 Brasil.

Utilizamos duas modalidades de cobrança (anual e semestral). As anuidades são praticadas junto aos associados filiados até 1995 e aos associados filiados após junho de 2009. Também são cobrados por anuidade os associados usuários do padrão GTIN-8 e ao EPC. O restante dos contratos é cobrado através de semestralidades.