Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Bem-vindo à GS1 Brasil A Linguagem Global dos Negócios
Navegar para Cima

Skip Navigation Linkshistoria

Compartilhe:

História

Há mais de 30 anos no país promovendo a automação comercial, a GS1 Brasil – Associação Brasileira de Automação oferece soluções tecnológicas à cadeia de suprimentos nacional, inserindo associados e parceiros numa rede global de crescimento contínuo e sustentável.

1952

Bernard Silver e Norman Joseph Woodland recebem patente do primeiro código de barras.

1967

Em um supermercado da rede Kroger em Cincinnati, Ohio (EUA), é instalado um dos primeiros sistemas de escaneamento.

1970

Criado um código unificado, o Universal Grocery Products Identification Code (UGPIG).

1973

O Uniform Grocery Code Council (UGCC, atual Uniform Code Council, UCC) recomenda a adoção do código Universal Product Code (UPC), até hoje usado nos EUA.

1974

A filial da rede de supermercados Marsh na cidade de Troy, Ohio, é pioneira na instalação de um escâner UPC. O aparelho lê ali o primeiro produto com código de barras: uma caixa de dez embalagens de chiclete Wrigley’s Juicy Fruit.

1975

No Brasil, inicia-se o Processo de substituição dos registros manuais das operações comerciais por caixas registradoras eletrônicas.

1977

Criado o European Article Number (EAN), o código-padrão europeu.

1983

Fundada a Associação Brasileira de Automação Comercial (ABAC), que depois se tornará EAN Brasil e, mais adiante, GS1 Brasil. A ABAC é criada por iniciativa de doze empresas representativas de importantes setores econômicos e seis entidades: a Associação Brasileira do Comércio Farmacêutico (ABCFARMA), a Associação Brasileira da Indústrias de Alimentação (ABIA), a Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Limpeza e Afins (ABIPLA), a Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), a Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores de Produtos Industrializados (ABAD) e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

1984

Instituições financeiras instalam em suas agências os primeiros terminais de transferência eletrônica de fundos (TEFs) do Brasil. Indústrias de porte como Buettner, Karsten, Mirabel, Teka e Tramontina fazem as primeiras codificações de origem.

1985

A ABAC se filia à EAN Internacional, fazendo do Brasil o 26° país-membro. O código de barras é utilizado na Castanha de Caju Cajuê, primeiro produto a utilizar a tecnologia no Brasil.

1986

III Congresso e Feira Nacional de Automação Comercial. A ABAC passa a gerir também a concessão da numeração do código UPC no Brasil.

1989

Convenção Nacional de Supermercados, promovida pela ABRAS para difundir a automação. As atividades da ABAC se ampliam, passando a abranger a implantação de símbolos para os códigos International Standard Book Number (ISBN) e International Standard Serial Number (ISSN).

1990

O número de associados da ABAC cresce significativamente. Quinze lojas de varejo supermercadista estão totalmente automatizadas, e cerca de 30% dos produtos vencidos no Brasil se encontram codificados.

1992

Técnicos da ABAC nas mais diversas áreas demonstram a ampla funcionalidade da automação comercial, presente na área gráfica, farmacêutica, editorial e calçadista, na indústria de papel e celulose, telecomunicações, nos bancos e seguradoras, nas livrarias e nos hospitais.

1993

Lançada a revista Automação Comercial.

1994

A ABAC passa a chamar-se EAN Brasil, agora com 2500 associados, 15 mil produtos com códigos de barras e cinquenta lojas inteiramente automatizadas. Torna-se real a possibilidade de estabelecer uma linguagem comum entre empresas brasileiras. O projeto experimental se realiza na rede atacadista Makro, com apoio especial da EAN Brasil. No varejo, a instalação pioneira do EDI ocorrerá na rede Pão de Açúcar, seguida do Bom Preço (Recife) e de outas redes do ramo.

1996

A EAN Brasil já conta com 13.500 associados.

1997

O número de instalações da tecnologia EDI ultrapassa mil varejistas e fornecedores.

1998

Para marcar o 15° aniversário, a EAN Brasil cria um grande evento: o Prêmio Automação, até hoje ponto alto do ano da organização.

2001

Inicia-se a atuação setorial da EAN Brasil. A ANATEL, por exemplo, começa a utilizar padrões de código UCC e EAN.

2002

Para melhorar a comunicação entre EAN e os associados, é lançado site que possibilita acessar pelo código de barras contido nos produtos das empresas associadas. O site também oferece e-learning e a opção de filiar-se online. Programa EAN Brasil de Educação, destinado à formação de executivos e focado em docentes de administração geral. A EAN Brasil conta com 43 mil associados, e mais de 1 milhão de produtos que utilizam no Brasil a tecnologia de códigos de barras.

2003

Iniciando o “Preparando o Amanhã”, projeto de responsabilidade social da EAN Brasil.

2004

Começa a tomar forma no Brasil a tecnologia Rede Global de Sincronização de Dados (Global Data Synchronisation Network, GDSN). A EAN Brasil passa a chamar-se GS1 Brasil.

2005

Unificados os padrões EAN e UCC de identificação para cadeia de suprimentos.

2007

A GS1 é premiada com o 6° Marketing Best de Responsabilidade Social.

2008

As Forças Armadas brasileira passam a utilizar a tecnologia EPC/RFID da GS1 para identificar os materiais de intendência (ou seja, todos os materiais e assessórios utilizados pelos militares, menos armamentos, munições, alimentos e medicamentos).

Assista ao vídeo

2009

A ANVISA implanta o Sistema Nacional de Controle de Medicamentos, que torna obrigatória a rastreabilidade de todos os medicamentos fabricados, dispensados e vendidos no país.

Assista ao vídeo

2010

Historia28-350.jpg

Introduzida a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), que inclui códigos atribuídos pela GS1. Criada para impedir a sonegação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), ela é obrigatória em todas as vendas e prestações de serviços.

2011

Primeira Conferência Internacional de Logística e Automação no Brasil – Brasil em Código.

Assista ao vídeo

2012

Ano do 15° Prêmio Automação. A GS1 Brasil assina termo de cooperação técnica com a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), a Associação Brasileira da Indústria Têxtil (ABIT) e a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB). Em outubro, é inaugurado o escritório da GS1 em Brasília.

2013

A GS1 Brasil – Associação Brasileira de Automação celebra trinta anos de atividade multisetorial.

Assista ao vídeo
Olá ,
Contamos com sua participação em uma rápida pesquisa sobre nosso portal!